sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Encontro de Diretores das Escolas de Minas Gerais




A Diretora da E.E. "Abílio Caixeta de Queiroz Orosina Madalena Teixeira Braga juntamente com os Diretores das escolas estaduais de Minas Gerais escolhidos pelas comunidades escolares, em dezembro, realizaram um encontro de trabalho nesta quinta-feira 21 de Janeiro 2016 no Expominas na Capital Belo Horizonte. O objetivo foi promover a aproximação entre as direções das escolas recém-empossadas e a Secretaria de Estado da Educação (SEE) e repassar orientações sobre a política educacional para a Educação Básica implementada no Estado.







Fotos: Rede Social Facebook Valária



Matéria do Site EDUCAÇÃO MINAS GERAIS 

Encontro reúne diretores de escolas das 47 Superintendências Regionais de Ensino


Secretaria de Estado da Educação apresenta política educacional, plano de trabalho para 2016 e campanha Volta às Aulas


Diretores e diretoras das escolas estaduais de Minas Gerais escolhidos pelas comunidades escolares, em dezembro, realizaram um encontro de trabalho nesta quinta-feira (21/01) no Expominas. O objetivo foi promover a aproximação entre as direções das escolas recém-empossadas e a Secretaria de Estado da Educação (SEE) e repassar orientações sobre a política educacional para a Educação Básica implementada no Estado.
O evento, além de reduzir a distância entre a Secretaria de Estado de Educação e os diretores, teve grande importância para a organização do início do ano letivo. Durante o encontro, foi apresentada a campanha de Volta às Aulas e o processo de organização da escola para a recepção de mais de 2 milhões de alunos, incluindo os que voltam à escola após a campanha Virada da Educação Minas Gerais (VEM).
A Secretária Macaé Evaristo fez um balanço do primeiro ano de gestão e apresentou perspectivas e propostas para o ano de 2016. Para orientar suas ações, os gestores conheceram a publicação “Itinerários Pedagógicos”, que indica os caminhos da Educação em Minas Gerais, mas também sugere uma reflexão sobre as escolas e os processos pedagógicos.
Durante a manhã de hoje, os diretores participaram de uma reunião técnica com a secretária Macaé e subsecretários.
Foto: Carlos Alberto / Imprensa - M


Macaé Evaristo chamou a atenção dos presentes para um “novo olhar” da educação em Minas: “É preciso que o gestor conheça sua comunidade e que com ela construa um processo pedagógico que respeite os direitos humanos”.
Para a Secretária, um dos desafios é resgatar os alunos “capturados por forças que os levam a um alto índice de mortalidade”. Segundo Macaé, a escola é o espaço apropriado para a implementação de projetos que possam assegurar uma melhor qualidade de vida aos jovens.
As quatro Subsecretarias da SEE - Desenvolvimento da Educação Básica, Gestão de Recursos Humanos, Administração do Sistema Educacional e Tecnologia e Informações Educacionais - apresentaram seus planos de trabalho para 2016. Assim, o evento promoveu o alinhamento dos planos pedagógicos das escolas e permitiu a troca de informações e experiências já implantadas e aprofundamento da discussão sobre os projetos para este ano.
Os gestores mostraram-se entusiasmados com a forma participativa como vem sendo construído todo esse processo. Escolhida diretora pela primeira vez, Carmen Lúcia Borges Soares, da Escola Estadual 13 de Maio, de Uberlândia, disse que em 40 anos de atividades pedagógicas pela primeira vez pôde participar de um processo tão democrático. “Encontros como esse são muito importantes. As SREs sempre ficaram muito isoladas”.
O diretor da Escola Estadual Gutemberg Teodoro Pena, Edmundo José Mendes da Silva, de Montes Claros, disse que sente que está havendo abertura para toda a comunidade ser ouvida e a valorização dos profissionais da educação: “Creio que teremos melhores condições de atender nossos alunos em suas especificidades”. Ele destacou os investimentos que a Secretaria de Estado da Educação vem promovendo para a valorização dos turnos noturnos.
Márcia Cristina Pereira da Silva , da Escola Estadual Esteves dos Anjos, de Urucuia, considera que o processo foi o mais democrático: “Nós, da Lei 100, pudemos participar. Tenho uma grande expectativa e acho que esta gestão aponta para alavancar a educação em Minas. Precisamos estar mais capacitados e mais próximos das realidades de nossos alunos.”
Durante o encontro, a Secretaria de Saúde apresentou as ações de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus e solicitou aos diretores que ajudem na conscientização das comunidades sobre a importância da política de prevenção, tendo os alunos como agentes multiplicadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita.