quarta-feira, 29 de agosto de 2012

REFORÇO ESCOLAR


     O reforço escolar tem por objetivo a aprendizagem dos educandos em nível de desigualdade com o ritmo da turma, consolidando e ampliando os conhecimentos, enriquecendo as experiências culturais e sociais, para assim, ajudá-los a vencer os obstáculos presentes em sua aprendizagem.
    Ele proporciona às crianças com dificuldade de aprendizagem, a reconstrução de conceitos que as reconduzem às situações de interação no grupo ao qual pertencem, através de práticas pedagógicas diferenciadas. É algo que deve ser incentivado para que todos venham a ter oportunidades iguais de aprendizagem, é algo que deve ser somado.      É de suma importância, uma vez que propõe um atendimento mais individualizado, cujo papel essencial é levar o aluno ao sucesso da aprendizagem.
    Faz-se necessário uma aprendizagem desafiadora e prazerosa, estimulando no aluno o espírito crítico, a imaginação e a criatividade. Dessa forma, também trabalhará a elevação da autoestima, uma vez que levará a criança a perceber suas habilidades e competências.
   Durante as atividades de reforço escolar, é possível desenvolver um conjunto de atividades bastante amplo, atividades que despertem os alunos pelo novo, mas que faça parte de seu dia a dia, dando assim um sentido ao que aprender.
   Assim sendo, procuro fazer uso de estratégias diferenciadas como: jogos, recortes, atividades lúdicas, cruzadinhas, caça palavras etc., para atingir o alvo maior que é a aprendizagem dos alunos, observando e respeitando as limitações, as potencialidades e o ritmo de cada um.
   Além das estratégias acima citadas, faço uso do Método das Boquinhas, que é o método de alfabetização fono-vísuo-articulatório o qual utiliza estratégias fônicas (fonema/som), visuais (grafemas/letras) e as articulatórias (articulemas/boquinhas).
   É um método de aprendizagem natural-boquinhas-transposição do fonema para o grafema.
  A autora, Renata Savastano R. Jardini, desenvolveu esse método, pois seus filhos eram dislexos, começando com crianças especiais. Em sua teoria, fala sobre os tipos de distúrbios e dificuldades ligadas à leitura e à escrita como:
·         Dislexia
·         Disgrafia
·         TDA (Transtornos de dificuldades de aprendizagem)
·         Hiperatividade
  Dando mais ênfase à dislexia
  Por conseguinte pude notar um grande avanço no desenvolvimento pedagógico dos alunos atendidos.



“Somos do tamanho das ideias que defendemos.
Defender não é apenas passivamente acreditar, aceitar, permitir, concordar, mas, sobretudo comprometer-se...
Influindo, agindo, se expondo, arriscando, apoiando e somando”.
                                                                                                                                                                   Autor desconhecido

    Joana D’Arc Rodrigues Dias      
Professora do Reforço Escolar 2º Turno 

Método da Boquinha
Fotos da Professora Joana D’Arc Rodrigues Dias e seus alunos no 
"REFORÇO ESCOLAR" 2º Turno

                                                                           

                                                                           



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua visita.